O Melhor Trunfo Para Gerir (e Planear) uma Temporada com Sucesso

Gostava de começar este artigo pelas seguintes perguntas:

  • Quantas vezes já começaste a temporada cheio de “pica”, a treinar bastante forte, e depois foste perdendo gás ao longo do tempo?
  • Quantas vezes quiseste aumentar o treino para atingir um pico de forma, mas ficaste com aquela sensação de que já não tinhas mais por onde acrescentar no treino, pois estavas no limite?

Hoje eu vou explicar porque é que temos de controlar o nosso esforço ao longo do ano, para que tenhamos forças para o que ainda resta da temporada.

Muitos ciclistas ainda vêm daquela ideia antiquada de “quanto mais melhor”, mas na verdade funciona mais do género “quanto melhor, melhor”.

Quantidade de treino não significa necessariamente qualidade de treino. Por isso devemos utilizar os nossos recursos ao máximo, e ser inteligentes na gestão do treino.

Por isso mesmo, muitos ciclistas acabam não percebendo quais são as melhores formas de gerir esse esforço, mas mesmo assim querem obter um bom rendimento.

A pensar exatamente em como resolver esse problema, decidi mostrar aquele que é para mim o melhor trunfo para resolver esse problema: Ter um bom rendimento durante toda a temporada, sem “rebentar o motor” demasiado cedo!

O Melhor Trunfo Para Gerir uma Temporada com Sucesso

Uma das coisas que aprendi ao longo da minha experiência no ciclismo, é que “menos é mais”, e que nem sempre treinar mais significa treinar melhor.

Só que existem momentos da temporada em que é necessário sim treinar mais, se quisermos realmente melhorar o nosso desempenho.

Uma das formas de fazer isso é aumentando o volume de treino semanal. Esse volume de treino a mais durante determinados períodos da época, vão ser fundamentais para aumentar o estímulo do treino, e por sua vez promover uma adaptação mais eficiente.

Até aqui tudo certo. O problema surge quando nós já estamos a gastar todas as nossas horas de treino disponíveis, e já não temos margem para aumentar.

Aí sim é que vem o problema: Eu quero treinar mais, mas não tenho mais margem para aumentar. E agora?

Bom… Agora está o caldo entornado! O problema vem de trás. Gastamos todo o nosso tempo semanal disponível antes do tempo.

Para quem está com este problema neste preciso momento, há que fazer uma destas duas coisas:

  • Se estás a meio da época, mantém tudo como está, aumenta a intensidade e mantém o volume. Assim que chegares ao teu objetivo, encosta a bicicleta e tira umas férias, vais precisar…
  • Se estás a iniciar a época agora, ainda estás a tempo de corrigir esse problema. Para isso, recomendo-te seriamente a veres o vídeo abaixo (ou o áudio caso tenhas preferência), e entendas qual é o principal fator determinante para teres uma época com mais resultados durante mais tempo.

[Vídeo] O Melhor Trunfo Para Gerir uma Temporada com Sucesso

Se preferires o conteúdo em Áudio, podes ouvir no podcast abaixo:

[Podcast] O Melhor Trunfo Para Gerir uma Temporada com Sucesso

Não queres perder os próximos conteúdos aqui do Segredos do Ciclismo? Então insere o teu email no formulário abaixo e inscreve-te na minha lista VIP. 🙂

Torna-te um campeão!

Junta-te aos já mais de 10.000 ciclistas e inscreve-te na lista VIP para receberes conteúdo exclusivo no teu email!>

Se quiseres ser um dos alunos da próxima turma do curso Segredos do Ciclismo, inscreve-te na lista de espera, clicando no link abaixo:

» Clica AQUI e inscreve-te na lista de espera para a próxima turma

Os 5 Benefícios da Gestão dos Dias de Descanso ao Longo da Temporada

como melhorar nas subidas

Como já vimos no vídeo e no áudio acima, trabalhar com mais dias de descanso em fases iniciais da temporada vai ajudar-nos a ser mais produtivos, e trazer mais benefícios para o ciclista. Mesmo que à partida pareça que não!

Vou então enumerar abaixo apenas alguns desses benefícios, para que fique claro como é importante aplicar este conceito.

Benefício #1 – Ter mais margem para aumentar em fases importantes da temporada

É sempre importante termos alguma reserva para poder aumentar um pouco a carga de treino quando for necessário. Seja porque apareceu a meio da época uma prova importante, ou seja porque ainda estamos um pouco atrasados na nossa preparação.

Ter sempre um dia de descanso a mais na “reserva” vai permitir-nos usá-lo quando necessitar-mos dele numa “emergência” ou numa situação já previamente planeada na época.

Também é sempre bom usar esta estratégia para dar um esforço adicional no final da temporada, quando o desgaste já é bastante, para assim poder tirar bons resultados quando a maioria dos adversários já está claramente em quebra de ritmo.

Benefício #2 – Obter resultados mais consistentes ao longo da época.

Já diz o ditado: “no poupar está o ganho”. Nunca vi ditado tão certo como este. De facto, ser poupado no início da época é algo que só uma pessoa muito disciplinada consegue fazer.

Isto porque a maioria dos ciclistas não sabe conter-se. “Se está a dar resultado, vamos aumentar a dose!”. Só que aqui neste caso, “A dose faz o veneno”, e quem abusar muito no início vai acusar maior fadiga no final.

Se eu quero ter resultados consistentes ao longo do ano, e ser regular, a melhor forma é deixar sempre um dia de descanso na “reserva” para o poder usar esporadicamente.

Se andar sempre no RedLine não vou ter margem para aumentar o estímulo quando for necessário, e por consequência os resultados vão ser piores a longo prazo.

Já agora, se queres ser regular e progredir de forma sustentada, recomendo-te descarregar o nosso eBook (Gratuito) “4 Passos Essenciais Para Melhorar a Resistência no Ciclismo“, para aprenderes como podes desenvolver com melhor qualidade a tua resistência, e ter melhores resultados. 🙂

Benefício  #3 – Possibilidade de reverter caso esteja a esforçar-me demasiado

Uma das grandes vantagens desta abordagem é que podemos carregar no botão “abortar missão” a qualquer hora. Tal como os grandes exércitos da história saíam em retirada quando viam que aquela decisão de avançar tinha sido precipitada, aqui nós podemos fazer o mesmo se usar-mos esta reserva.

Isto é algo que, quem está habituado a usar mais um dia de descanso, não tem problemas nenhuns em recuar e voltar ao patamar onde estava. O mesmo não acontece com um ciclista que estava habituado desde início a gastar todos os seus recursos, e que se vê obrigado a reduzir drasticamente o treino. Isso deixa-os psicologicamente afetados.

Por isso, eis mais uma razão para utilizar esta estratégia de gestão do esforço no treino ao longo da temporada. Vai por mim. Tem sempre um dia de descanso como reserva na parte inicial da época e verás como eu tenho razão. 😉

Benefício #4 – Ter mais tempo para hobbies, família, ou outras atividades

Penso que o próprio título faz todo o sentido. Se eu estudo, tenho uma vida agitada e pouco tempo disponível, usar mais dias de descanso durante a fase em que ando a estudar faz todo o sentido. Quando entrar de férias já poderei usar aqueles dia de descanso que pus a mais durante essa fase.

Ou então, se for o teu caso, podes usar esse dia de descanso para fazer um outro hobbie, ou simplesmente estar mais tempo a brincar com os teus filhos, ou visitar a família, ou dar mais atenção à mulher lá de casa que tanto se esforça para te fazer as receitas que mais gostas. 🙂

Pode tudo isso parecer demasiado óbvio, mas quando nos sentimos felizes e preenchidos nestes aspetos, parece que nos sentimos de tal forma leves, que não precisamos de treinar tanto.

Além disso, as pessoas que estão ao nosso lado durante a nossa vida, merecem uma atençãozinha especial. Por isso, só tens vantagens em treinar com mais dias de descanso em certas fases da temporada.

Benefício #5 – Fugir a um inverno mais rigoroso e evitar os perigos desta estação do ano

Descansar mais durante o inverno é uma excelente opção. É menos um dia que vamos para a chuva e para o vento. São menos hipóteses de apanhar um resfriado, são menos horas passadas a pedalar à noite e/ou em hora de ponta.

Enfim… só vantagens. Quando o tempo começa a melhorar, os dias a ficar maiores, e a hora de verão começar a aparecer, então já temos um bom argumento para treinar mais sem correr tantos riscos. Até porque, a maioria das competições mais importantes, estão precisamente na Primavera e no Verão.

Conclusão

Como podes verificar, os dias de descanso são um trunfo muito importante na gestão do teu treino. Quer estejas a iniciar agora a tua temporada, quer estejas a meio da época, é bom que saibas que podes utilizar este recurso para melhorar.

Não esquecendo nunca que, quem começa a temporada habituando-se a gastar todos os dias que tem disponíveis, terá muita dificuldade em “aceitar” que treinar menos é a solução para si. Por isso se não queres correr o risco de ficar com essa paranóia, começa com o pé direito a tua temporada. 🙂

E se também queres aproveitar os dias de descanso para aprender algo novo na tua modalidade favorita, então não podes perder os próximos conteúdos aqui do Segredos do Ciclismo!

Insere o teu email no formulário abaixo e inscreve-te na minha lista VIP, recebendo todos os conteúdos mais frescos por email. 🙂

Torna-te um campeão!

Junta-te aos já mais de 10.000 ciclistas e inscreve-te na lista VIP para receberes conteúdo exclusivo no teu email!>

Se quiseres ser um dos alunos da próxima turma do curso Segredos do Ciclismo, inscreve-te na lista de espera, clicando no link abaixo:

» Clica AQUI e inscreve-te na lista de espera para a próxima turma

Grande abraço e boas pedaladas! 🙂